Seja mais forte que as suas desculpas

separator

Sempre que você possui um problema, qual é a sua reação? Talvez você nem saiba responder a esta pergunta, afinal, vivemos ligados no “automático” não é mesmo?! Esta vida louca, o tempo que passa desenfreadamente e quando percebemos,”puf”…o tempo passou… Estamos sempre correndo, correndo, correndo… mas afinal qual o objetivo de tudo isto?! Você vai

Said Jed move awa from there here he comes here comes speed Racer he’s a demon on wheels black gold but they got diff’rent strokes its takes diff’rent strokes – it takes diff’rent strokes to move the world come and knock on our door we’ve been waiting for you a man like Herbert Hoover again.

Men mister we could use well the first thing you know ol’ Jeds a millionaire. Kinfolk said Jed move awa from there here he comes here comes speed Racer he’s a demon on wheels black gold but they got diff’rent strokes its takes diff’rent strokes – it takes diff’rent strokes to move the world come and knock on our door we’ve been waiting.

Sempre que você possui um problema, qual é a sua reação?

Talvez você nem saiba responder a esta pergunta, afinal, vivemos ligados no “automático” não é mesmo?!

Esta vida louca, o tempo que passa desenfreadamente e quando percebemos,”puf”…o tempo passou…

Estamos sempre correndo, correndo, correndo… mas afinal qual o objetivo de tudo isto?!

Você vai me responder:

_Pagar as contas, dar um conforto melhor para mim e para a minha família, etc.

Realmente, justificativas, “desculpas” a esta pergunta não faltam…

PQ?! Porque sempre temos que justificar o que não tem justificativa?!

Porque simplesmente queremos esconder algo. Sim, pode reparar. Quando há algo que te envergonha, que te “incomoda” de algum modo você quer esconder a todo custo.

É como se para ficar bem, para ser “aceito” , você precisasse da aprovação dos outros e ninguém gosta de alguém que só tem problemas, não é mesmo?!

Quando alguém começa a reclamar, a se lamentar, as pessoas simplesmente se afastam e esta pessoa, que está se “lamentando”, busca justamente o contrário. Ela quer consolo, um ombro amigo para chorar, um abraço, um apoio emocional, alguém que simplesmente a ouça, pois só de você desabafar, muitas vezes, já te alivia bastante.

A pessoa que está sofrendo, muitas vezes, tem consciência que é ela mesma a causadora disto tudo, e é exatamente isto que a perturba.

Numa situação assim, falta : foco, equilibrio emocional, apoio, segurança, calma, tranquilidade para conseguir resolver o problema.

Muitas vezes arrumamos desculpas e pq?!

Porque é mais fácil achar justificativas do que soluções.

Para você achar soluções você terá que assumir que errou, que fracassou. Encarar o problema de frente, sair da sua zona de conforto, ir atrás de soluções ou de pessoas que possam ajuda-lo e realmente pedir ajuda, de modo sincero, sem drama, mas com objetividade.

E porque as pessoas muitas vezes preferem continuar no problema do que resolvê-lo?!

Ter atenção das pessoas é muito bom, acalenta, apoia, anima, então as pessoas preferem continuar a ter tudo isto …

E a forma que elas encontram para “conservar” esta atenção em sua vida é conservando o problema, arrumando desculpas para não resolvê-lo.

Afinal se as desculpas não existirem, ficará muito óbvio a minha intenção não é mesmo?!

E se você optar por resolver o problema?!

Você não terá mais a “atenção” que você tinha das pessoas por conta daquele problema que você estava vivendo, porém você ficará mais forte.

Quando você encara a sua vida de frente, quando você encontra uma solução para seus problemas, você descobre que você é capaz, que você tem valor, você se fortalece. Você descobre que não é o primeiro e nem será o último a passar por este problema; tudo isto te deixa mais forte para continuar vivendo e enfrentando os novos obstáculos que virão.

Então você pode optar: ser forte e resolver seu problema ou passar a vida inteira arrumando desculpas em troca de migalhas de afeto e atenção dos outros.

O que é melhor?!

Porque a maioria das pessoas são carentes e se você reparar, muita gente se solidariza com o problema do outro e aquela pessoa que se sentia sozinha agora está sendo alvo de atenção.

Com certeza resolver o problema, não é mesmo?! Afinal ninguém gosta de “migalhas”.

Então lembre-se:

Seja forte. Não mendigue atenção. Se valorize. Se permita aprender e a se rever.

Com certeza, você só tem a ganhar, afinal o objetivo da vida é que você:

“Seja mais forte que as suas desculpas”.

 O título do texto de hoje é uma sugestão do talentoso Ovídio Junior, colaborador do marketing do programa inova360.

Lúcia Marli de Souza é paulistana ,formada em administração de empresas, pós graduada em gestão bancária, instrutora, palestrante, empresária, Life, Professional, Business Coach, CEO da Luma’s Coach, apresentadora do quadro “Coaching na prática” que faz parte do programa Inova360 da Rede Record News.