Programa de aceleração viabiliza projetos inovadores para a indústria Brasileira

separator

Quando o assunto é evolução, as startups são ótimos exemplos, pois apresentam novas formas de resolver problemas antigos e lidam com situações a partir do momento atual. E, assim como o ecossistema brasileiro de startups está percorrendo um caminho promissor, os programas de aceleração têm se mostrado essenciais para ajudar os empreendedores tirarem uma ideia

Quando o assunto é evolução, as startups são ótimos exemplos, pois apresentam novas formas de resolver problemas antigos e lidam com situações a partir do momento atual. E, assim como o ecossistema brasileiro de startups está percorrendo um caminho promissor, os programas de aceleração têm se mostrado essenciais para ajudar os empreendedores tirarem uma ideia do papel e impulsionarem seus negócio.

Diante desse cenário, a Spin, primeira aceleradora startup-indústria do Brasil, tem dado espaço às ideias mais inovadoras para revolucionar o dia a dia e resolver os problemas mais pontuais das indústrias brasileiras. Aproveitando crescimento desse mercado, a aceleradora acaba de anunciar sua chegada a São Paulo junto com seu quinto ciclo de aceleração, que irá iniciar no dia 13 de março.

A rede de aceleradoras, que vem percorrendo um caminho de sucesso no norte catarinense, irá selecionar startups de todo o país para aceleração nas cidades de São Paulo, Joinville, Blumenau e Jaraguá do Sul. Além disso, o programa irá oferecer mentorias com metodologias exclusivas do Vale do Silício, estrutura de escritório e salas de reunião da Spin disponíveis nas quatro cidades, programas exclusivos de governança corporativa para startups, para profissionalizá-las e torná-las mais atrativas aos investidores, conexão com possíveis clientes, indústria e grandes empresas, coaching em grupo e individual, treinamentos, cursos, workshops e assessoria jurídica e contábil.

As inscrições para o programa vão até o dia 17 de fevereiro e podem ser feitas no site da aceleradora: https://academy.spin.capital/programs . O objetivo do quinto ciclo de aceleração é atingir startups com soluções que possam atender diferentes segmentos como, indústria 4.0, internet industrial, fábricas inteligentes, manufatura digital, startups com soluções B2B e B2B2C focadas em internet das coisas, logística e mobilidade, inteligência de vendas, soluções financeiras, educação virtual, cadeia de apoio, telemetria e predição de falhas, armazenamento e processamento em nuvem, cibersegurança, rastreabilidade e blockchain, inovações em saúde, entre outras.