Cartas a um futuro investidor - Parte II - Você é refém?

separator
Compartilhar

Por Carol Paiffer

A crise chegou, ela é fato! Estamos vendo a queda da Bolsa, as pessoas com fome, muitos sem emprego e ainda nem saímos de casa.

O que venho fazer aqui não é trazer terrorismo. Bem longe disso, mas é trazer seu olhar para o dinheiro e como ele te protege.

Na verdade, o conhecimento te protege, ele te liberta!

Tenho acompanhado nas redes sociais e as várias mensagens de vídeos e músicas, encaminhadas pelo WhatsApp de analistas, gestores, influencers do mercado financeiro, que sugeriram investir na bolsa no ano passado e tenho algo importante aqui para te dizer.

Como já deve saber a essa altura das minhas cartas, sou presidente de uma empresa de capital aberto na Bolsa de Valores.

Na Atom, ensino as pessoas a operarem na Bolsa, principalmente a fazer day trade (que significa comprar e vender no mesmo dia, sem montar uma posição em ações ou futuros), e as pessoas que mandam bem eu contrato para meu time de traders (negociantes que operam na bolsa) e eles podem usar nosso dinheiro, sem nenhum risco para eles.

Durante muito tempo as pessoas criticaram o day trade, e nosso modelo, mas vou reforçar aqui que as pessoas operam com nosso dinheiro, sem risco a elas.

Eu não sou contra investimento de longo prazo, pelo contrário, sou a favor.

Nossos traders, que recebem o lucro que fizeram na bolsa, investem comprando pedacinhos de outras empresas para então construir patrimônio e esse é um jeito inteligente de construir riqueza.

Mas o ponto aqui é que claro, vimos influencers mostrando vídeos comprando na máxima do preço daquela empresa e claro isso vai bem fora do que eu ensino: compre barato, sempre esteja bem posicionado! E por que digo isso?

Porque nunca sabemos o dia de amanhã, algo inesperado (como foi agora) pode acontecer e às vezes até mais rápido e inesperado ainda (como o ataque do 11 de setembro).

Então, nunca se permita estar em uma posição desconfortável.

Carol, mas e se a Bolsa só subir? Ela nunca vai só subir, nem nunca irá só cair.

E vamos ver isso no mercado financeiro e no mercado imobiliário.

Agora meu querido leitor, eu concordo que analistas, influencers, gestores e até seu gerente do banco, devem tomar cuidado com o que dizem e o que ensinam, mas, de quem é a responsabilidade?

Não se coloque na posição de vítima, sempre, em todas as áreas da sua vida não seja refém da opinião de outras pessoas.

O conhecimento liberta!

Hoje mais do que formar traders para operar nosso capital, sem risco para eles, me preocupo em ensinar pessoas a não depender da minha opinião, de nenhum analista, gestor ou gerente de banco.

Somos responsáveis por nossas decisões.

“Mas eu não tenho tempo. ”

O que é importante, não podemos delegar.

E duas coisas não podemos delegar: saúde e dinheiro.

Hoje, meu caro futuro investidor, lembre-se, conhecimento liberta.

Quanto mais você estudar, mais poderá estar apto a tomar decisões inteligentes, a controlar sua vida!

Aproveite a quarentena e saia melhor do que entrou, mais inteligente, mais informado, mais dedicado em atingir seus objetivos.

E se você acha que o que escrevi aqui faz sentido, incentive outras pessoas a aprenderem sobre dinheiro. Quanto mais pessoas bem organizadas financeiramente, menos vamos sofrer com as crises.

Estou à disposição, bons estudos e bons investimentos.

 

Carol Paiffer é especialista em Bolsa de Valores, presidente e diretora da área de Investimentos da Atom, empresa que trabalha no relacionamento com os investidores. É colunista do Inova360, parceiro do portal R7, e comentarista do programa Inova360, na Record News.